Statement

Download Statement

Eu estou interessada em como representar o infinito e a vacuidade, e a melhor forma de poder representar, tem sido através do fluxo contínuo. Tudo que possa representar esse movimento incessante e ininterrúpto, tal como ondas, nuvens, cabelos, pele, moda (pois as tendencias se sobrepõe o tempo todo). Como no cinema e nas minhas foto-montagens, a colagem me proporciona essa “edição” e uma grande mistura de imagens minhas e fragmentos de imagens apropriadas. Meu trabalho com colagem tem me surpreendido imensamente. Meu trabalho com colagem tem me surpreendido imensamente. Acredito numa forte conexão da colagem com o cinema e dessa forma acho que encontrei a melhor parceria entre o audio-visual experimental e uma nova maneira de criar narrativas, através das minhas colagens. A apropriação de imagens e sua reutilização e reciclagem por si só, também é a continuação, em metalinguagem do “ fluxo  contínuo” que me leva ao infinito, à vacuidade.